sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Jogando Por Pizza: Livro sobre futebol americano e culinária italiana


Algumas culturas me atraem muito. Uma delas é a italiana. Ah, como eu gosto de tudo relacionado à Itália! Por isso que o livro Jogando Por Pizza, do John Grisham, me chamou a atenção, já que passa no país europeu. É uma das obras mais diferentes do autor, pois não tem absolutamente nada a ver com advogados ou qualquer assunto remotamente jurídico. O tema principal é futebol americano, culinária e amizade. Quem está acostumado com o universo advocatício do escritor pode estranhar, mas eu garanto que ele é tão bom em literatura leve e divertida quanto é nos seus livros densos e mais famosos.


Em Jogando Por Pizza conhecemos Rick Dockery, um jogador de futebol americano do Cleveland Browns com uma carreira irrelevante. Ele tem um braço bom para lançamentos, mas fora isso é razoável e tem uma tendência fortíssima a sofrer acidentes e concussões. Quando é quase partido ao meio durante um jogo e estraga a chance do time de ir para o Super Bowl (A única chance que o time teve em toda a sua existência), Rick acorda de um coma com o seu empresário lhe dizendo que possui duas opções: ou deixa o esporte para sempre ou se muda para a Itália para jogar num time pequenininho na cidade de Parma. Como está fugindo de um golpe da barriga de uma líder de torcida e não quer deixar de vez a carreira, o jogador não vê alternativa a não ser embarcar para a Europa.

John Grisham todo galã

Rick não esperava encontrar um grande time no Parma Panthers, mas definitivamente não era sua expectativa conhecer colegas de time que tinham outros empregos em tempo integral, jogavam por diversão e tinham como pagamento pizza (Daí o nome do livro, sacou?). O novo quarterback vai aprendendo que há muito mais na vida e no futebol americano do que Super Bowl, dinheiro e fama. Sua temporada na Itália lhe ensina, mais do que nunca, a cumplicidade entre os companheiros de time, a amizade e a como ser um líder motivador.

Jogando Por Pizza mistura muito bem o futebol americano com a culinária italiana. Rick e os seus companheiros constantemente comem numa trattoria chamada Café Montana (Em homenagem ao famoso quarterback Joe Montana). Eles falam tanto de comida que o leitor até se sente empanturrado ao fim da descrição de jantares e almoços. Eu fiquei com água na boca em vários momentos. Ah, como eu preciso ir à Itália, gente!

Coloquei essa pizza aqui porque estou com fome nesse momento

Sei que futebol americano virou modinha no Brasil (Domingo mesmo no Super Bowl 2/3 do meu Facebook só falava disso), mas muitas pessoas ainda não entendem bem como funciona o jogo. John Grisham descreve partidas sem ser detalhista demais e sem ser chato. Mesmo leigos entendem quase tudo, ainda mais porque o autor foi super gente boa de deixar ao final do livro um dicionário com o significado dos termos do esporte. Foi de grande ajuda.

A leitura de Jogando Por Pizza é simples, leve e rápida. São só 292 páginas que passam voando. Não é uma história inesquecível que vai mudar a sua vida, mas vai deixar ela mais divertida, garanto. E vai te deixar mais apaixonado pela Itália (E com fome!). Acho que o autor de vez em quando cansa do linguajar juridiquês e usa livros como esse como válvula de escape. Ele tem alguns outros no estilo, como Esquecer o Natal e Calico Joe, que também são muito bons.

Recomendo.

Teca Machado

2 comentários: