terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Friends: Os atores dez anos depois


Vocês têm noção de que já tem 10 anos que Friends (Comentei aqui) acabou? E que tem 20 anos que a série estreou? Pois é! O tempo voa. Eu me lembro perfeitamente do dia do último episódio, de como eu (Bem,  eu e o mundo todo) fiquei arrasada por ter chegado ao fim e como pensei que precisava comprar logo uma caixa com todas as temporadas porque não ia conseguir viver sem assistir o seriado que marcou os anos 1990 e que apesar de ter duas décadas de vida ainda é referência quando o assunto é humor.

Essa semana o Estadão fez um apanhado sobre “o que foi feito do grupo de amigos dez anos depois de Friends”. E veio com uma má notícia (Que todo mundo já sabia, mas tinha esperança de que mudassem de ideia). Os fãs sempre pediram que fosse feito um filme ou pelo menos episódios especias de Friends e muitos rumores e boates apareceram. “Mas os atores e, mais que tudo, os criadores, sempre vieram a público desmentir qualquer possibilidade de que isso se concretizasse. Com o marco dos dez anos desde o adeus, fãs ensaiaram uma campanha virtual pelo projeto, mas a produtora Marta Kauffman insiste em silenciá-los. Diz que o filme nunca existirá. Os personagens cresceram, afirma, e nada daquilo faria sentido num cenário atual, não teria como manter aquele espírito e retratá-los com a idade que teriam hoje. Tem toda a razão”, escreveu a publicação.

É triste, mas fazer o que! Pelo menos a Warner passa a série todos os dias e existem DVDs com tudo, inclusive cenas deletadas e erros de gravação.

Vamos ver como andam os seis protagonistas de Friends de acordo com o Estadão?


Courtney Cox (Monica)
Um título ruim quase tirou a chance de Courtney de virar Cougar Town (Sony). Traduzido, seria algo como “A Cidade das Lobas”, o que remeteria a mulheres cinquentonas cujo esporte é seduzir garotões (muito) mais jovens. O nome já seria ruim se a série tratasse disso. Não trata. Uma Courtney que quase já nem se assemelha a Monica vive uma agente imobiliária divorciada que se apaixona pelo vizinho e tenta controlar seu grupo de amigos. O título virou piada, e a abertura fez brincadeiras, dizendo que iriam melhorar, que não havia problemas em ver um programa com um nome daqueles. Para sobreviver, a série mudou de emissora nos EUA depois da 3ª temporada, e acaba de estrear seu 5º ano.



Matt Le Blanc (Joey)
Friends pode ter acabado, mas não a história de Joey. Primeiro veio a repreensível Joey, que começava quando o personagem se mudava para Los Angeles para seguir sua carreira. Nem a ex-Família Soprano Drea de Matteo conseguiu salvar, tão ruim era o roteiro. A sorte voltaria a sorrir para Matt em 2011, quando a BBC o chamou para Episodes, que lhe renderia um Globo de Ouro. Na série, um casal de roteiristas inglês tem de levar para os EUA seu programa de sucesso e, para conseguir mais audiência, o canal resolve trazer um astro da TV. É aí que Matt entra... Como ele mesmo. E, de certa forma, como Joey. A graça nasce daí, e do quão pouco o ator se leva sério. Piadas com a série que o celebrizou não são poucas. Já está na 3ª temporada.



Matthew Perry (Chandler)
Chandler enfileira fracassos na televisão. Um breve flerte com The West Wing lhe rendeu duas indicações para o Emmy, mas, depois, não conseguiu emplacar quase nada. A lista de fracassos inclui Studio 60 on the Sunset Strip e Mr. Sunshine – ideia dele mesmo, e com um estilo de humor quase depressivo que parecia promissor, mas que não convenceu e foi tirado do ar após nove episódios. O último projeto malsucedido é Go On (Comentei aqui), que pode ser visto aqui no canal Warner. Na série, Matthew é um apresentador de rádio cuja mulher acabou de morrer. À beira de um surto, é forçado a entrar numa terapia de grupo repleta de personagens peculiares, que, é claro, se tornam seus melhores amigos e o centro de sua vida. Foi cancelado após uma temporada.



Lisa Kudrow (Phoebe)
Esqueça Sessão de Terapia. A psicóloga dos órfãos de Friends é Fiona Wallice em Web Therapy. A série começou como uma comédia de improvisos na internet em que ela oferecia sessões de três minutos por teleconferência a seus pacientes. Ganhou tantos prêmios e elogios que foi comprada pelo Showtime, que acaba de renová-la para uma quarta temporada. Recebeu David Schwimmer na série como convidado. Mesmo em Friends, Lisa já era um caso à parte – estava no ar como Ursula, a garçonete de Mad About You, que acabaria incorporada como sua irmã gêmea. Recentemente, fez uma ótima participação em Scandal (que acaba de reestrear no Sony – Comentei aqui), como uma candidata à presidência com um passado obscuro.



Jennifer Aniston (Rachel)
Quando a porta dos estúdios de Friends bateu pela última vez, Jennifer seguiu em direção ao cinema sem olhar para trás. A ganhadora do Globo de Ouro pela série viraria uma das queridinhas das comédias românticas. No currículo, filmes como Separados pelo Casamento, Marley & Eu, Ele Não Está Tão a Fim de Você (Comentei aqui), O Amor Acontece, Esposa de Mentirinha, Quero Matar Meu Chefe e Família do Bagulho. A lista segue… A vida romântica sempre lhe rende um espacinho nos tabloides e nas revistas de fofoca. Já na televisão, reuniu-se com a colega Courtney Cox em Cougar Town (que também recebeu Lisa Kudrow em outros episódios).



David Schwimmer (Ross)
Com exceção de participações especiais em programas como 30 Rock, Curb Your Enthusiasm e Web Therapy, David sumiu da televisão. Teve um breve papel na ótima Band of Brothers, mas só. Agarra-se agora à esperança de que o piloto que fará seja escolhido para uma temporada inteira. Ele tenta emplacar Irreversible sobre um casal narcisista e excêntrico. Fora da TV, participou de dramas independentes com relativa boa recepção pela crítica e dirigiu seu primeiro filme, Maratona do Amor, sobre um homem fora de forma que resolve correr uma maratona para provar para a ex que mudou – foi indicado para um prêmio como diretor estreante. Talvez seu maior destaque nesses dez anos tenha mesmo sido como a voz da girafa de Madagascar.


Fonte: Estadão

Podem falar o que quiserem, mas a melhor série do UNIVERSO INTEIRO é e sempre será Friends. Impossível não amar e não rir das piadas, por mais que eu já tenha visto cada episódio cerca de 10 vezes.

Recomendo e vou continuar recomendando o resto da vida.


Teca Machado

Um comentário:

  1. Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii a matéria.
    Amo FRIENDS, e concordo com vc, é a melhor série que já fizeram até hj.

    ResponderExcluir