sábado, 22 de fevereiro de 2014

Um livro “uau” e arrebatador: Garota Exemplar


O primeiro livro que peguei pela parceria do blog com a Livraria Janina foi Garota Exemplar, de Gillian Flynn, que é extremamente difícil de comentar. Ele é simplesmente excelente e genial, tanto que foi considerado o melhor de 2012/13. O problema é que se você se empolgar na resenha pode acabar dando spoilers (E toda a graça dessa obra são as reviravoltas insanas que ela dá). Vou me controlar e não contar nada crucial, mas digo uma coisa: leia. E leia agora. Faça dele a sua próxima leitura.


Garota Exemplar é um romance policial, um suspense e thriller que vai envolvendo o leitor de um tanto que ele não consegue largar o livro. Parecia que estava colado na minha mão e eu só largava (Com uma certa dose de sofrimento) quando era extremamente necessário, como para ir comer, dormir e trabalhar. Se não fosse por isso teria devorado a história em um dia ou dois. Demorei uma semana porque a vida real não me deixa ler tanto quanto eu gostaria (Fora que o livro tem quase 450 páginas e letra pequenininha).

Em Garota Exemplar, na manhã do quinto aniversário de casamento, Amy, uma esposa linda, dedicada e super amorosa, desaparece da sua bela casa de condomínio no Estado de Missouri, na beira do rio Mississipi. A sala está revirada e tudo indica um crime violento. Nick Dunne, o marido, começa a procurar pela esposa e a acionar a polícia, só que todas as pistas levam a ele como suspeito. E as suas atitudes estranhas e comportamento inapropriado e evasivo não fazem com que ele seja inocentado de cara. Enquanto tenta conversar com as autoridades e é sufocado pelos pais imensamente amorosos de Amy, a única pessoa realmente ao seu lado é Margo, sua irmã gêmea.

Os capítulos são alternados entre a visão de Nick dos acontecimentos a partir do dia do desaparecimento e entre leituras de diários de Amy, que indicam que ela era uma perfeccionista a ponto de levar qualquer um a loucura, até mesmo o marido apaixonado. Descobrimos logo de início que Amy foi personagem de uma série de livros criada por seus pais chamada Amy Exemplar, que retratava uma garotinha exatamente como ela, mas perfeita, sem falhas, obediente e maravilhosa. Amy sente a todo o instante o peso de ser a Amy real enquanto todos a comparam com a Amy fictícia.

Gillian Flyyn

Gillian Flynn escreveu de uma maneira que cada capítulo faz o leitor mudar de opinião. Num momento odeia o Nick e tem certeza que ele é culpado. No outro detesta Amy e acha que ela é uma vaca. O livro é dividido em três partes e o final de cada uma delas deixa você com cara de “UAU! Eu não acredito nisso!”. Tudo muda. Aí muda de novo. E muda mais uma vez, além de de ter um final muito inesperado. É quase desconcertante a maneira como a autora nos engana.

A capa chama atenção. Toda preta e com escrita em laranja neon, tem cabelos loiros voando. A narrativa é elétrica, fluente e muito bem elaborada. Os personagens, principalmente Nick e Amy, foram muito bem delineados, a ponto de o leitor conhecer cada pormenor da vida e da personalidade deles. Ou pelo menos achar que conhece, pois tudo muda a quase todos os capítulos.

Em um gênero predominantemente masculino, Gillian Flynn consegue se destacar e ser uma autora que dá de 10 a zero em muito homem por aí. Ela me passa a impressão de não ter medo de escrever o que quer que seja, e acho que por isso ganhou o meu coração.

Quis muito ler Garota Exemplar antes de outros livros que eu peguei em parceria com a Livraria Janina porque o livro vai virar filme esse ano, com estreia prevista para outubro. Antes de ler não pesquisei nada, não queria saber quem interpretaria os personagens para não criar uma imagem pré-concebida na minha cabeça. Como não quis saber, talvez você também não queria, por isso não vou escrever sobre isso. Mas se você é curioso clique aqui para descobrir (Não é nem de longe como eu imaginava o Nick, mas tudo bem). Detalhe que a autora, que é responsável pela adaptação, afirmou que o terceiro e último ato do livro, ou seja, o final, vai ser diferente do livro. Poxa vida! Por que, Gillian Flyyn? Por queeeeeeeee?

2014 vai ser um ótimo ano para a autora. Além de Garota Exemplar, outro livro seu vai ser adaptado para o cinema. Dark Places, que ainda não foi lançado no Brasil, não tem previsão de estreia.

Recomendo MUITO.

Quer comprar? Tem ele aqui no site da Livraria Janina.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário