terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Um livro que te faz literalmente sentir o mesmo que os personagens: Já quero


Leitura me faz mergulhar dentro dos personagens e das suas emoções. Por incrível que pareça fico mais emotiva com livros do que com filmes. É que a minha imaginação é um terreno muito muito fértil para se criar imagens mentais (O que às vezes pode ser muito ruim). Se eu já me sinto na pele dos personagens só lendo, imagina se eu tiver acesso a essa invenção noticiada pela Revista Galileu:

Livro conectado ao corpo transmite as emoções dos personagens para você

“Se você achava que simplesmente por te fazer chorar um livro já tinha mexido com as suas emoções, vai ficar impressionado com o que pode ser o futuro da leitura. Pesquisadores do Laboratório de Mídia do MIT (Massachusetts Institute of Technology) acabaram de criar uma obra vestível.

Ela é maior do que os livros com que estamos acostumados e tem como objetivo fazer com que você viva os sentimentos dos personagens enquanto lê a história. O projeto foi batizado de Ficção Sensorial.

Trata-se de uma obra repleta de sensores e ligada a uma espécie de colete que você usa durante a leitura. À medida que a trama se desenrola, o dispositivo produz sensações físicas para imitar as emoções dos personagens.

Esse é o livro vestível

O protagonista está deprimido? 100 luzes de LED na capa do livro irão se ajustar para criar uma iluminação que reflita aquele humor. Assustado? Sacos de pressão de ar no colete se contraem e você é apertado. Feliz? Padrões de vibração que influenciam a sua frequência cardíaca podem fazer seu coração bater mais rápido.

Os cientistas não são os únicos a brincar com a possibilidade de livros eletrônicos. A Disney já fez experiências com obras de realidade aumentada, em que imagens digitais interagem com objetos tangíveis.”


MUITO legal, né? Já quero. Onde posso comprar o meu?

Dica do meu pai, outro aficionado por leituras e livros.

Teca Machado

Um comentário:

  1. Acho que isso não vai prestar. Choro até em comercial de margarina, imagina lendo. hehehehehe...

    ResponderExcluir