sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Favoritei: Como Se Apaixonar


Cecelia Ahern já tem meu coração faz tempo, desde que vi pela primeira vez o filme P.S. Eu Te Amo e soube que era baseado num livro. Depois disso, da mesma autora li Simplesmente Acontece (Comentei aqui), que é um docinho de abóbora, e A Lista (Aqui), que é uma fofura. Nos lançamentos de outubro da Editora Novo Conceito, parceira do blog, recebi Como Se Apaixonar, um dos mais recentes da escritora, e digo de todo o meu coração: AI, MEU DEUS, QUE COISA MAIS LINDA. Definitivamente se tornou um dos meus preferidos do ano.

Livro cedido pela Editora Novo Conceito, que mandou também essa vela linda *.*

Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, mas Christine, nossa protagonista, está aí para provar que isso não é bem verdade. Ele presenciou uma tentativa de suicídio e, apesar de conversar com a vítima e tentar fazê-la mudar de ideia, não foi bem sucedida e o homem deu um tiro na cabeça. Abalada pelos acontecimentos e repensando a vida, Christine toma algumas atitudes em busca da sua própria felicidade, como terminar o seu casamento insosso, sem graça e sem amor.

Poucos dias depois, ao passar por uma ponte, conhece Adam, um rapaz que está tentando suicídio ao pular na água fria de inverno. Christine, ainda triste por não ter impedido o outro homem de se matar, não pensa duas vezes: Convence Adam de que seus problemas podem ser resolvidos e de que ela pode ajuda-lo a se apaixonar pela vida outra vez. Ele concorda e lhe dá um prazo de duas semanas, até seu aniversário. Se ela não conseguir, ele irá tentar se matar mais uma vez. Só que Christine está tão atolada em pepinos quanto Adam e essa se torna uma jornada mútua para reaprender a viver.

Christine é uma ótima personagem, que vai nos mostrando suas facetas e profundidade a medida que o livro vai para frente. Mesmo com o mundo caindo ao seu redor, com todos os problemas do universo batendo a sua porta, ela não desiste, é otimista, faz comentários engraçados e encontra livros de autoajuda que a fazem seguir em frente. Pode chorar, se deprimir, mas não deixa a tristeza vencer. E como o livro é narrado em primeira pessoa por ela, temos acesso a tudo o que pensa e sente, o que torna a história mais completa. 

Cecelia Ahern, toda linda e com cara de simpática
Quero ser sua amiga!
E Adam... Ah, Adam! Tadinho. Um homem tão lindo gostoso, inteligente, engraçado e romântico vive um momento de escuridão e desespero. Mesmo na depressão na qual vive, ainda consegue ter ótimas tiradas e observações divertidas. Fazendo um trocadilho com o livro, eu falo: Como não se apaixonar por esse homem, minha gente? #PerigueteLiteráriaFeelings Também é impossível não gostar das irmãs e do pai de Christine, que sempre que aparecem nos fazem rir com o seu humor bem peculiar e sarcástico.

O interessante de Como Se Apaixonar é que Cecelia Ahern tratou o tema suicídio e depressão de modo muito delicado. Tinha tudo para ser uma história pesada, mas a autora escreve com tanta sensibilidade que nos toca o coração e às vezes faz ter vontade de chorar. E apesar dos métodos pouco ortodoxos de Christine tentar alegrar Adam outra vez, ela deixa muito claro o tempo todo que um terapeuta, um profissional especializado, é imprescindível nesses casos.

Um ponto que a autora acertou em cheio foi o timing do romance. Ele foi mais real do que os Nicholas Sparks da vida em que se olham e TCHAM, amor eterno detected. Tudo aconteceu no tempo certo, os sentimentos floresceram e não houve correria.

A leitura transcorreu super rápida para mim e eu fui me apaixonando pelo livro cada vez mais, até que cheguei ao final e decidi: Ele se tornou um dos meus preferidos. <3

O único problema foram alguns erros de revisão que encontrei. E essa não foi a primeira vez em livros da editora. Mas, de qualquer modo, a experiência literária foi tão maravilhosa que isso nem chegou a me incomodar.

Recomendo MUITÃO.

Por favor, vire filme!

Teca Machado

13 comentários :

  1. Nossa.. o livro parece ser lindo!
    Preciso ler esse também..
    Um dia eu termino tudo.. rs
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Mone, eu vivo colocando livros na sua lista, né?
      Hahaha.
      E esse é maravilhoso. Não pode faltar mesmo.

      Beijooos

      Excluir
  2. Oiiii Tecaa!
    Adoro ler resenhas suas porque elas sempre são muito divertidas!!! haha
    Vi esse livro em váários blogs, mas ainda não tinha parado pra ler uma resenha dele.
    Achei a estória bem legal. A depressão é um tema muito delicado e não muito abordado. O livro Eu Estive Aqui, também retrata esse tema muito bem, se puder leia!
    Eu li O Livro do Amanhã, da Cecelia e comecei a amar a escrita dela a partir dai.
    Quero muito ler esse lançamento também!!

    Beijoo
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raissa!
      Que bom que você gosta das minhas resenhas. Fico feliz!
      E mais ainda porque você já tinha visto em outros lugares, mas parou para ler aqui.
      :)
      Eu Estive Aqui eu tenho, mas não li ainda.

      Beijooos

      Excluir
  3. Oiii!

    Eu AMO a Cecelia meudeeeeusdocéeeeeeeu! Mas ela escreve demais e eu não tô conseguindo acompanhar. Ainda preciso ler A Lista hahaha. Descobri desse livro essa semana e já tinha adicionado. Gosto da forma como a autora trabalha os temas, como você disse, de uma maneira leve e sutil. O ultimo que li sobre sucidio foi o Eu estive aqui.
    Está mais que anotado, vou ler em breve!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Pois é, sempre tem livro novo dela. Tem que correr na leitura, hehe.
      Esse é maravilhoso, ainda melhor do que A Lista.
      Eu Estive Aqui eu tenho, mas não li ainda.

      Beijoooos

      Excluir
  4. Oi, Teca.
    Puxa, que resenha sensacional.
    O livro deve ser mesmo lindo.
    Ele já me cativou porque essa autora é espetacular e o tema é bem sensível e muito bem elaborado.
    Por causa dessas resenhas maravilhosas minha lista de desejos está superlotada!!
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego!
      Que bom que você gostou.
      Ela é realmente incrível, não tem como não amar!
      Eu vivo esse problema de lista de desejos enorme, haha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Comofas pra não sair correndo atrás desse livro agora? Que lindo! Parece ser mesmo muito delicado e algo que nos toca fácil, uma história onde os dois precisam se ajudar pra ter forças pro resto dos dias <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "A Cura Mortal", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como, tem que correr atrás agora mesmo, hehe.
      É lindo demais!
      *.*

      Beijooos

      Excluir
  6. Oi teca,
    Conforme as divisões dos livros da NC esse ficou por conta da minha mamy ler e resenhar, acho que ela vai gostar da história e bom saber que não tem um ar tão pesado porque realmente esse esquema de depressão e complicado ne. Rsrs. Enfim queria te convidar a dar uma passadinha lá no blog também, pois hoje tem uma resenha especial feita pelo meu noivo de um livro nacional de fantasia. Te espero por lá.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raquel!
      Mesmo tendo ficado para a sua mãe ler, vale muito a pena você ler depois.
      E o livro não é nada pesado, pelo contrário.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  7. Oi, Teca!!

    Você é a segunda pessoa que vejo elogiando esse livro. Fiquei bem encantada com a sinopse e a resenha. Reaprender a viver e descobrir a felicidade deve ser uma das coisas mais difíceis nesse mundo.

    Também já gostei da Christine (sem nem ter lido ainda) só pela coragem de tentar novamente e ajudar pessoas a tentarem novamente. Embora eu não faça ideia de como ela consegue ler auto ajuda - eu confesso que nunca consegui pegar nenhum para ler. xD

    Estou bem curiosa com essa história e pretendo ler em futuro próximo!

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir