domingo, 8 de julho de 2012

E quem não quer ser um milionário?

Confesso que às vezes sou meio preconceituosa com filmes. Se foge muito do que eu estou acostumada, penso que deve ser chato ou que não vou gostar. Mas, como boa cinéfila que sou, acabo assistindo. Às vezes realmente era ruim. Mas, de vez em quando, eu me surpreendo. Esse foi o caso de Quem Quer Ser um Milionário?, do diretor Danny Boyle.



Em 2009, assistindo ao Oscar (que eu A-D-O-R-O) vi que esse filme meio indiano meio americano, fora dos padrões de Hollywood e só com atores desconhecidos ganhou oito Oscars. Inclusive venceu as maiores premiações da noite, de melhor filme e de melhor diretor. Li sobre o filme e não me despertou muito interesse, mas acabei indo ao cinema assistir. Posso dizer hoje que eu estava completamente equivocada quando pensei que seria chato. Quem Quer Ser um Milionário? é um dos meus filmes preferidos.

Utilizando apenas atores indianos e filmado totalmente no país, ele é a adaptação do livro Q & A, do autor indiano Vikas Swarup. O filme começa com a pergunta "O que faz um rapaz sem interesse no dinheiro num concurso televisivo? E como é que ele sabe todas as respostas? A- Ele trapaceou; B- Ele sabia as respostas; C- Ele é um gênio; D- Estava escrito".

 Quem Quer Ser um Milionário? conta a história de Jamal Malik (Dev Patel), um garoto paupérrimo, órfão e sem educação formal que participou do programa Quem Quer Ser um Milionário? (a versão deles do nosso Show do Milhão) e está concorrendo a 20 milhões de rúpias. Como ele acertou todas as perguntas até o momento, as pessoas estão desconfiadas que ele trapaceou.

O filme passa em flash backs, com Jamal contando para os policiais como ele sabia das respostas, por isso tem o direito de tentar o prêmio máximo. Quase todas, coincidentemente, têm a ver com fatos ocorridos em sua vida e que o marcaram. Além disso, a história do garoto está intimamente entrelaçada com a do irmão mais velho, Salim Malik (Madhur Mittal) e da amiga e amor de infância Latika (Freida Pinto).

Quando os personagens são crianças, o filme é falado em uma das línguas locais, hindi. O resto é em inglês. Os atores mirins que fazem Jamal, Latika e Salim são uma graça! Super competentes. Crianças realmente pobres, além do cachê (que eles só poderão mexer aos 16 anos), elas ganharam educação para toda vida e locomoção até a escola.

É o típico filme de Bollywood (a Hollywood indiana, colorida, otimista, alegre e musical) com toques do cinema americano. Tanto que no final, um pouco antes do letreiro, o elenco dança a música Jai Ho, que ganhou o Oscar de melhor música naquele ano (eu gosto TANTO de Jai Ho que até dancei a versão das Pussycat Dolls na minha entrada na formatura e fiz até a dancinha igual).

Considerado filme de baixo orçamento, já que foram gastos apenas U$15 milhões, Quem Quer Ser um Milionário? arrecadou somente na estreia dos EUA mais de U$300 milhões.

É uma história bonita, divertida, que faz a gente pensar na vida e sair um pouco da nossa bolha de perfeição.

Recomendo.

Teca Machado 

Nenhum comentário:

Postar um comentário