quarta-feira, 25 de julho de 2012

Resumido, conciso e interessante – Uma Breve História do Mundo


A idade do nosso planeta é algo que ninguém sabe. Há estudiosos que dizem que são milhões de anos, outros que são apenas alguns milhares. Independente de quantos milênios ou séculos se passaram desde que isso aconteceu, a humanidade surgiu nesse meio tempo, descobriu muitas coisas e realizou muitos feitos. Apesar de serem muitos acontecimentos, no livro Uma Breve História do Mundo eles são resumidos em deliciosas 342 páginas.




Obra do historiador e professor da Universidade de Harvard e Melborne Geoffrey Blainey, o título do livro já é bem autoexplicativo. Conta a história do mundo. E de uma forma clara, objetiva e sem usar termos técnicos ou difíceis. É basicamente como ler um jornal.

Uma Breve História do Mundo é quase um livro de narrativa de literatura. De forma cronológica, o autor conta desde como o homem surgiu na África até as inúmeras inovações do século XX e suas guerras devastadoras. Passa pelas cavernas e pelo surgimento da fala e da escrita, pela descoberta da agricultura, pelo nascimento e pela influência de Jesus Cristo, pela Idade Média e seus conflitos religiosos e por muitos outros pontos importantes da história da humanidade.

Lembram-se de quando a gente ainda estava na escola e na aula de história o professor desenhava no quadro aquela linha que parecia uma régua e saia marcando datas e eventos importantes que dividiam eras? Por exemplo, surgimento da escrita: fim da pré-histórica, queda de Constantinopla em 1453 (sim, eu olhei a data no Google!): fim (ou seria início?) da Idade Média. Então, enquanto lia Uma Breve História do Mundo, sentia que como se estivesse com uma régua dessa e ia avançando até chegar o momento em que vivemos hoje.

Esse velhinho com cara simpática é o Geoffrey Blainey

Eu sou meio suspeita para falar porque sempre gostei muito de história, mas é uma leitura rápida, interessante e que acrescenta muito ao seu conhecimento. Claro que não é nada aprofundado, é só uma passada superficial sobre o que aconteceu. Afinal, o título é Uma BREVE História do Mundo. Se fosse contar tudo detalhadamente, ia ter milhares de páginas.

O interessante é que Geoffrey Blainey é totalmente imparcial, por mais que isso seja difícil. Ele não opina. Por exemplo, quando fala sobre Jesus, não se declara cristão ou não. Quando escreve sobre Hitler, Mussolini e Stálin, não os condena, apenas conta o que aconteceu. 

Depois de Uma Breve História do Mundo, o autor já lançou Uma Breve História do Século XX e Uma Breve História do Cristianismo. Todos nos mesmos moldes e bestsellers.

Recomendo para aqueles que gostam de história, para aqueles que querem aumentar sua cultura, para aqueles que gostam de um bom livro de não ficção e para aqueles que são curiosos.

Teca Machado

Um comentário:

  1. realmente, o autor é muito bom e seus livros são muito gostosos de ler.

    ResponderExcluir