quarta-feira, 7 de novembro de 2012

6 graus de separação: Noite de Ano Novo


Último post da série 6 graus de separação que comecei na segunda-feira, o filme de hoje é o Noite de Ano Novo. Ele não é uma continuação do Idas e Vindas do Amor, mas é da mesma “franquia”, vamos dizer assim. Mesmo diretor, mesmos produtores e muitos atores repetidos (Mas não no mesmo papel).


Como o próprio nome já diz, esse filme passa na véspera do réveillon na sempre enlouquecida Nova York. De novo histórias e vidas se cruzam. Muitas vezes o espectador se pega tentando adivinhar quem está interligado com quem. Em alguns casos, só ficamos sabendo nos últimos minutos de filme.

Josh Duhamel sendo lindo, sua mãe e seu cachorro.

Dessa vez, a bola que “cai” na Times Square está com problema e a diretora do comitê tem que resolver esse pepino, nem que seja com as próprias mãos. Dois casais grávidos brigam para ver qual bebê vai ser o primeiro a nascer no ano novo e ganhar dinheiro com isso. Um velho doente está no hospital sem família e quer ver a bola da Times Square. Um músico gostoso tenta reconquistar o amor da sua vida, que é a dona do buffet que vai servir na festa onde ele vai cantar. Uma solitária secretária de uma gravadora deixa o emprego insuportável para realizar resoluções do ano novo passado antes da meia noite. Ela conta com o auxílio de um rapaz gostoso lindo a quem prometeu dar ingressos de uma festa badalada se ele a ajudasse. A festa é da gravadora do pai do outro gostoso lindo que era mulherengo, mas se apaixonou por uma mulher misteriosa no réveillon passado. Uma adolescente foge de casa e da mãe super protetora para encontrar o rapaz de quem gosta. Uma menina entusiasta do Ano Novo fica presa no elevador com o vizinho que odeia a data.

Bon Jovi e Lea Michelle no momento da virada do ano.

Mais uma vez, o elenco é de peso. Diferente de Idas e Vindas do Amor, Noite de Ano Novo tem atores excelentes. Tanto que alguns deles já ganharam Oscars, como Hilary Swank, Robert de Niro e Halle Berry. Outros são muito bons, como Sofia Vergara, Josh Duhamel, Zac Efron, Katherine Heigh, Michelle Pfeiffer, Ashton Kutcher, Jessica Biel e Lea Michelle. E outros nem tão bons, como o cantor Jon Bon Jovi (Não é um ótimo ator, mas, sejamos justos, ele canta e sorri como ninguém).

Sofia Vergara, engraçada como sempre, e Katherine Heigl, também engraçada.

Noite de Ano Novo é mais tocante do que Idas e Vindas do Amor, parece mais sincero e convincente nas histórias e nas atuações. Mas não se equipara a Simplesmente Amor. Ele fica entre os dois. Ainda assim, é muito bom, divertido e um excelente modo de passar o tempo num sábado a tarde ou num feriado sem ter o que fazer (Eu mesma vi com um grupo de amigas, num dia gelado, debaixo de cobertores e com muita pipoca salgada e doce).

Ooooi, Zac Efron!

Acho que Noite de Ano Novo ganha dos outros dois filmes no quesito paisagem. Eu sou suspeita para falar porque sou apaixonada por Nova York, então fica meio difícil falar mal das locações e dos cenários. Mas é muito bom ver a Times Square na virada do ano. Faz com que você tenha vontade de um dia estar lá também.

Sarah Jessica Parker como uma estilitsa de show da Broadway.

Como nos outros filmes, há uma mistura de histórias doces, tristes, engraçadas e sensíveis. Quando os créditos finais sobem, há aquela sensação de “Ai, o amor é lindo” que permeia 99% das comédias românticas.

Recomendo.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário