quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Uma história de amor. Bem, mais ou menos de amor. – How I Met Your Mother


Há muito tempo escuto as pessoas falando da série How I Met Your Mother e de como ela é engraçada. Como não peguei no início e na televisão já está na 7ª ou 8ª temporada, não quis assistir já do final sem ver o começo. Eis que chega na minha vida, para a minha grande alegria, o Netflix. Lá tem vários seriados desde a estreia, inclusive How I Met Your Mother. Peguei uma pipoca, sentei no sofá e comecei a assistir (Mas ainda não vi tudo). E, é claro, adorei!


How I Met Your Mother é uma série que passa no futuro e no passado, que seria o nosso presente. Confuso, né? Deixa eu explicar: 

O protagonista é Ted Mosby. O seu “eu” do futuro, daqui 25 anos, interpretado por Bob Saget (Ele não aparece, apenas a sua voz. É o narrador) conta para seus dois filhos adolescentes como conheceu a mãe deles. O seu “eu” do passado, que na verdade seria o presente, é Josh Radnor. A série conta as desventuras amorosas do rapaz e dos seus amigos: o casal Lily (Alyson Hannigan, a ruivinha da American Pie) e Marshall (o enorme Jason Segel), a jornalista Robin (a linda Cobie Smulders) e Barney (o sempre extremamente engraçado Neil Patrick Harris), um mulherengo incontrolável.  

Marshal, Lily, Ted, Robin e Barney

Os cinco amigos vivem em Nova York, uma das cidades com mais pessoas loucas no mundo, o que gera muitos encontros muito divertidos para os personagens.

How I Met Your Mother começa com Ted falando com seus dois filhos, uma menina e um menino. Ele pergunta “Já contei para vocês como conheci a sua mãe?” e passa a narrar a sua vida de jovem. Os filhos constantemente fazem comentários ácidos e por serem adolescentes estão com aquela cara de “ai, que saco” o tempo todo.

Os filhos de Ted em 2030

No primeiro episódio, Marshall, que é colega da quarto de Ted, pede a mão de Lily em casamento. Ted fica inspirado pelo lado romântico do amigo e resolve sair em busca da sua alma gêmea. Logo conhece Robin no bar que frequenta todos os dias, o Mclaren’s Pub. Fica loucamente apaixonado pela garota e logo no primeiro encontro já sai dizendo que a ama, o que mina as suas chances com ela, que fica assustada com a sua atitude. Apesar de o romance não dar certo, Robin entra para o grupo de amigos de Ted. E mesmo com o fracasso amoroso, Ted continua em sua busca incansável.

No famoso Mclaren's Pub

O mais legal de How I Met Your Mother é que é narrado pelo próprio Ted, então, os roteiristas usam dos artifícios que esse tipo de história tem. Os relatos têm um quê de exagero e mentira, pois as situações nunca acontecem exatamente como nós contamos. E várias vezes explica que “Tio Marshal me contou isso, então não sei se é verdade”. Em muitos momentos ele congela a cena para explicar algo, geralmente engraçado.

Para mim, o destaque é Neil Patrick Harris. Ele é engraçado, sem noção de nada na vida e faz e diz coisas que fariam as mulheres na vida real o lincharem. O personagem que mais faz o espectador rir é o dele.

Enfim, recomendo.

Teca Machado

3 comentários:

  1. Depois de Friends é minha série de humor favorita.

    ResponderExcluir
  2. Oi Teca, muito bom o blog! adoro!
    Mas me ajuda no How I met your mother! porque eu to no 6º episódio e não to querendo continuar sei lá, mas vou tentar porque deve ser bom pra ter tudo isso de temporada, né?
    Se bem que essa semana comecei a assistir de comédia aquela New Girl e amei...
    aiii :~
    bjoooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, que bom que vc gosta do blog! Fico feliz!
      Então, eu gosto mto de How I Met Your Mother, mas não vi muitos episódios ainda. Nem perto da 6 temporada, hehe. Mas, querendo ou não, é humor americano. Não é todo mundo que gosta.
      Mas a New Girl é uma graça! Estou adorando tb, hehe. Qualquer dia falo sobre ela. Bem lembrado!
      ;**

      Excluir