terça-feira, 18 de junho de 2013

“But you won't fool the children of the revolution”

Eu ia colocar hoje um post sobre o novo filme do Star Trek, mas acho que eu seria um pouco omissa se não falasse sobre a mobilização que está acontecendo Brasil afora. Por mais que eu não seja politizada, ainda mais aqui no blog, a questão não é mais política, não é mais pró-PT ou contra-PT. Virou algo muito mais profundo e sério.


Vi muita gente falando que a questão não é mais os R$ 0,20 do aumento da passagem do ônibus. Na verdade, acho que nunca foi. Foi uma junção de décadas de corrupção, impunidade e de fazer o povo de palhaço. O que está entalado na garganta finalmente foi para fora. Finalmente o povo está fazendo algo.

Vi muitas frases excelentes no Facebook (E muita porcaria também, é claro). Para mim, as melhores foram:

“Povo brasileiro alterou o status de: ‘Deitado em berço esplêndido’ para ‘Verás que um filho teu não foge à luta.’”

“Daqui alguns anos meus filhos vão estudar nos livros de história a Revolução dos R$ 0,20”.


Manifestações são extremamente válidas. Não só válidas, são necessárias e parte importante da democracia. Vamos lembrar das Diretas Já? Depois que o povo foi às ruas, o Brasil mudou. E acredito que dessa vez não vai ser diferente. O país definitivamente não vai ser mais o mesmo. 

Mas manifestação é diferente de invasão, de depredação, de violência (De ambos os lados, deixo isso bem claro). Poxa, precisava quebrar monumentos históricos? Precisava queimar carros de pessoas do bem que nada tinham a ver com a história? Precisava linchar jornalistas que estavam lá trabalhando?


É tão triste pensar que enquanto mil fazem manifestações pacíficas, dez são uns babacas que atrapalham todo o trabalho do resto. O pior é que são eles que estragam tudo o que foi conseguido com luta, com grito, com esperança. São eles que vão ser lembrados e mostrados pela mídia mundial, transformando um pedido de mudanças, um clamor por progresso, em um grande carnaval violento.


Acontece que o maior problema é que daqui uns dias, semanas talvez, é capaz que 80% da população já tenha esquecido sobre tudo isso. Memória curta é uma característica marcante do brasileiro, infelizmente. 

Memória curta e hipocrisia, pois não faz o que fala. Semana passada mesmo o Governo da nossa presidente Dilma estava com recorde de aprovação pelo povo: 54%. E agora todo mundo falando mal dela? Ou meio bipolar esse povo ou a pesquisa foi comprada (Ou as duas coisas, o que é mais provável).


As mesmas pessoas que pedem o fim da impunidade e mais ética, são as mesmas que vão votar nos mesmos políticos no ano que vem, que vão furar a fila, que vão avançar o sinal vermelho, que vão jogar lixo no chão, que vão mentir para o chefe, que vão tentar subornar um policial numa blitz. Elas acham que corrupção só é político quem faz, mas esquecem que elas praticam um pouquinho dela todos os dias ao ter atitudes assim e, com isso, os filhos pequenos vão observando e crescendo com a mesma falta de ética dos pais. 

É preciso se educar em casa para começar pedir educação dos políticos. É um trabalho a ser feito a longo prazo, mas que aí sim terá resultados duradouros.

Manifestações Brasil afora

Vá para as ruas, proteste, fique realmente indignado com a corrupção, com a violência, com as tarifas abusivas, mas em casa e no seu dia a dia pratique também a ética, senão não vai valer de nada todo o esforço coletivo das manifestações.

Dizem que o mundo muda quando você muda. Então vamos mudar juntos para que os benefícios atinjam a todos.

Vamos para as ruas! Vamos ser a nova geração Cara Pintada!

Manifestantes no teto do Congresso Nacional

Teca Machado

2 comentários:

  1. Excelente texto e reflexão. Congratz! Compartilharei. ^^

    ResponderExcluir
  2. Esse é o ponto, as pequenas coisas!! a educação!! O Governo não tirou dinheiro de Hospitais, da educação, do transporte e investiu na "Copa", a verba dessas categorias continuam a mesma, simplesmente foi arrecadado tudo isso para a Copa!! E esse é o problema... é a cabeça das pessoas a cultura (ou falta dela) que ainda acha melhor investir TANTO dinheiro em "circo" ao envés de estruturar o país.
    Prioridades minha gente

    ResponderExcluir