quarta-feira, 30 de março de 2016

A Sereia – Kiera Cass, essa linda


Meu coração literário é grande e cabe muita gente, de personagens a universos e autores, e se tem alguém com um lugar especial reservado lá dentro é a Kiera Cass. Com a sua série da Seleção, já fiquei fã, e agora fiquei um pouquinho mais com A Sereia, da Editora Seguinte, o primeiro livro que ela escreveu, mas que foi lançado só agora no Brasil.


Podemos descrever esse livro como um conto de fadas moderno. A obra é uma releitura do mito das sereias, de porque elas supostamente existem, como são formadas e qual é o seu verdadeiro trabalho. Não é altamente inovador ou surpreendente, mas é de uma sensibilidade e simplicidade incrível.

Em A Sereia esqueça as mulheres metade humanas, metade peixes que vivem no fundo do mar. Aqui as sereias nadam, mas vivem entre humanos. Descobrimos que a Água sente fome e precisa se alimentar de vidas. Para que ela não perca o controle e devaste toda a terra firme do planeta, ela se contenta com alguns milhares de pessoas uma, duas vezes por ano. E para atrair vidas para as suas profundezas, ela tem as sereias, que cantam e hipnotizam, o que leva as pessoas a se jogarem de barcos de boa vontade e se afogarem. Uma delas foi Kahlen, uma garota que fazia uma viagem de barco com a família na década de 1930. Ao afundar, tudo o que ela pensava era que desejava viver, desejava crescer, se apaixonar, se casar... Então a Água escutou o seu apelo e a tornou sereia. Por 100 anos Kahlen viveria linda, sem envelhecer, se machucar ou adoecer, tendo que cantar – e matar – para alimentar a Água. 

80 anos se passam e Kahlen cada vez mais se torna introspectiva e deprimida. Nem suas incríveis irmãs sereias ou o cuidado e carinho da Água a deixam feliz. Matar, mesmo que por um bem maior, não é uma atividade prazerosa. Além disso, as meninas precisam se manter afastadas dos seres humanos, e ela sente falta de relacionamentos. Até que conhece Akinli, um rapaz que a enxerga de verdade, além dos encantos naturais que uma sereia tem, e esse amor que surge pode ser a sua salvação, mas também condenação.

Kiera Cass
Kahlen é uma ótima protagonista. Diferente do que estamos acostumados nos livros atuais, com mulheres líderes de revolução e tudo o mais que mal pensam em romance, tudo o que ela deseja é ser feliz, ter amor. A garota é de uma época em que isso era prioridade e luta pelo que quer, mesmo que vá contra os desígnios da Água. E Akinli é um verdadeiro príncipe, mesmo que sem o sangue nobre. É impossível não nos apaixonar pela bondade e carinho que ele demonstra não só por Kahlen, mas por todas as pessoas ao seu redor. É contagiante.

A relação das sereias com a Água é interessante e ambígua. Kiera Cass soube passar todo o cuidado e amor de uma mãe, mas ao mesmo tempo a fúria e possessão de um poder tão grande da natureza. Ela quer ser amada enquanto é temida, não sabe que carinho é mais eficaz. Esse aspecto do livro foi muito bem trabalhado.

A linguagem, como é típico da autora, é doce, melodiosa e muito fluída. Em primeira pessoa, conhecemos todo o coração de Kahlen, e isso é fundamental para o enredo. O livro é aquele tipo de leitura que vai num piscar de olhos, tanto pela facilidade das palavras quanto pela história envolvente. Um aspecto interessante é que você nunca diria que esse livro é o primeiro da autora. É tão bem escrito e amarrado que não parece de início de carreira. Fora que é volume único. Numa época de tantas trilogias e séries que parecem não ter fim, é bom de vez em quando cruzar com um livro com começo, meio, fim e acabou.

A Sereia nos encanta com fantasia, amor, irmandade, lindos vestidos de sal, mitos e beleza, além de uma capa maravilhosa, como é típico dos livros da autora. Quase até da vontade de ser sereia. Quase.

Recomendo bastante.

Teca Machado


13 comentários:

  1. Oiii Tecaaa! *-*
    Aiin quero muuito ler essa estória.
    Mas acho que isso só vai acontecer quando esse livro estiver mais baratinho mesmo haha

    Beeijão!

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a trágica vida dos leitores pobres, hahaha.
      Mas ele é lindo, Raíssa. Você vai adorar!
      <3

      Beijooos

      Excluir
  2. Oie!
    Que capa linda desse livro " Uau" fiquei curiosa para ler. Está na minha listinha literária *_* Adorei a resenha e o seu blog! Não posso deixar de seguir :)
    Da uma passadinha no meu blog e me ajude a chegar meta de seguidores desse ano...
    Beijinhos
    http://palavrass-ao-vento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natalia!
      Essa capa é incrível mesmo, né?
      <3

      Beijooos

      Excluir
  3. Oi, Teca! Tudo bem?

    A Kiera Cass está deixando os leitores malucos com suas princesas e histórias lindas!
    Eu não li por achar que o livro é bem "mi-mi-mi", mas meu sobrinho leu e está me matando por eu não ter lido e quer me emprestar a força! Hehehe!

    Quem sabe eu não leia também a Sereia?

    Beijos!
    Participe do SORTEIO MÊS DAS MULHERES no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Kiera Cass é uma lindaaaaaaaaaaa!
      <3
      Hahahaha. Olha, não é bem mimimi, mas é bem menininha, confesso.
      :P

      Beijooos

      Excluir
  4. Menina eu to resistindo à esse livro há algum tempo já, mas acho que vou ter que ler kkkk
    Tudo me encanta nele, mas ainda não vi aquele Q que me dá a vontade de ler. Acho que só quando eu iniciar a leitura pra saber kk
    Beijo

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não resisti muito tempo, não.
      Hahahaha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi,
    Li a seleção e adorei, fiquei curiosa depois de ler sua resenha sobre esse livro da Kiera, principalmente por envolver uma nova mitologia que ela criou. Se puder quero ler.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo, Raquel.
      É uma graça!
      <3

      Beijooos

      Excluir
  6. Teca, a gente combina tão bem que estou com esse livro na minha prateleira a espera de ser lido! Hahahahahaha
    Infelizmente por conta das parcerias, ele terá que esperar mais um pouco, mas fico feliz de ler sua resenha!

    Estava com um pé atrás para ler esse livro devido a minha relação conturbada com os livros da Kiera, só que agora quero ler sim! :)

    E que alívio saber que o livro é único, né?! Hoje em dia é praticamente impossível encontrar esse tipo de obra. Hahahahaha

    Ótima resenha, viu?

    Bjs!!

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, quase impossível!
      Mas é muito bom.
      Eu gostei bastante.
      Tem uma pegada beeeem diferente e mais sombria que A Seleção.

      Beijooos

      Excluir
  7. Mas gente, alguém escreveu um livro sobre mim??? hsuahsuahsua
    Brincadeiras a parte, você já deve ter reparado que sou apaixonada por sereias lá no meu blog, né!?
    Preciso muito ler esse livro! Sério mesmo...
    Amei a dica! ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir