quinta-feira, 4 de junho de 2015

Barata... Por que essa criatura existe?? Por quê??? - Projeto Drama Queen #33! -Por Sincer Ramalho ♥


Sabe o que intriga a gente nessa vida? Barata! Alguém explica por qual motivo esse inseto asqueroso existe? Sabemos que elas não fazem "nada", mas dá muitoooo nojinho e bate um pânico quando uma aparece! Dramática que é dramática já deu, pelo menos, um gritinho tenso ao avistar uma criatura dessas. Voadora então, nem se fala! Essa semana, recebemos o relato da Sincer, dona do blog A Casa é Minha. É muito bom morar sozinha (com as amigas também), mas se aparece esse bicho: o medo domina, o coração acelera e só acalma quando a gente tem certeza de que a dita cuja morreu. Quem nunca, né? Sincer, você não está só. Abra o seu coração! ;-) #ajeitaacoroa #porumavidasembaratas #boicotandoasbaratas  


Barata... Por que essa criatura existe? Por quê???  
(Por Sincer Ramalho) 

Tem coisa mais gostosa que morar sozinha? Sua casa, suas coisas, suas regras. Pode ir ao banheiro de porta aberta, andar só de calcinha pela casa e não ter que se preocupar em colocar a camisola mais linda (ou comportada) que tiver no armário. Mas se tem uma coisa péssima na vida é... Morar sozinha. Oi? Como assim? Querida, ainda que você more com os pais ou seja casada, se já apareceu uma barata no exato momento em que não tinha ninguém em casa você sabe o que estou dizendo. 

A história é a seguinte: estava eu sentada à mesa, lendo um site interessantíssimo sobre decoração, quando surge ela: a temida barata. Na hora fiquei sem saber o que fazer, pois morava numa república com duas meninas que também têm pânico desse bicho. Grite uma que estava no apê tomando banho, mas, claro, foi em vão. Afinal, ela estava no chuveiro. Pensei comigo: "Se eu não matar, ninguém o fará. E ela ficará viva, andando pela casa; pode até entrar no meu quarto. Gzuis!". Então fui na ponta do pé até onde ficava a vassoura e POOOOW! Dei o primeiro golpe. Fato que ela morreu ali. Mas pra ficar "bem morta" bati mais umas 500 vezes. Não sei como não quebrei a vassoura (ou o piso). Genteeeen, que alegria eu senti naquele momento. Me senti grande. Que me perdoem os defensores ortodoxos dos animais, porém barata pode, ainda mais quando a pessoa morre de medo desse bichinho. 

Já de volta à minha cidade, morando no meu apêzinho com um namorado, eis que surge esse bicho nojento de novo. Mas dessa vez, eu estava sozinha em casa e ela apareceu justo na janela do meu quarto. Mas peraí! Eu moro no terceiro andar. Pra essa bicha estar na janela do quarto só pode ter chegado aqui voando. E agora, senhor? Peguei minhas cachorras, tranquei a porta do quarto e saí em busca de ajuda. Bati na porta do vizinho, mas a criatura não estava em casa; só a mulher dele que não foi muito simpática comigo quando soube que eu queria a ajuda do marido ou do filho dela para matar uma barata. "Minha senhora, ela é enoooorme e voadora". Nem me deu bola. OMG! E agora? 


Voltei pra casa desolada, morrendo de medo da barata ter resolvido sair do quarto e dar um passeio na minha varanda enquanto eu estava pedindo ajuda. 

Essa é uma desvantagem de morar sozinha (ou dividir apê com quem tem pavor do mesmo bicho). A quem recorrer quando surge uma barata? Agora imagina se o meu namorado não morasse comigo naquela época. Senhor! Eu teria sido expulsa de casa por uma barata. 

Sincer Ramalho. 




Perfil: Sou uma louca, que mesmo tenso "serviço de quarto" na casa da mãe, decidiu que era hora de se aventurar longe do ninho e foi morar sozinha com mais duas cachorras em um apê carioca.  ;-)






***

Quem apoia a campanha "por uma vida sem baratas"? \o \o Entendemos muito bem o seu draminha, Sincer. Abraço coletivo hahaha! ♥

Lembrando que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Casos Acasos e Livros e o blog Pequena Jornalista. Toda 5ª feira, um texto bem dramático, com uma dose extra de humor e exagero. Quem quiser ler os outros draminhas que já apareceram por aqui, é só procurar na caixa de busca aqui do lado. Quer participar da coluna? Manda o seu drama para: projetodramaqueen@gmail.com. ;-) 

Beijos, 
Carol e Teca. 

P.S: crédito das imagens - 1. Montagem Projeto Drama Queen / 2. Pinterest / 3. Sincer Ramalho 


5 comentários:

  1. Morro de medo de barata e confesso que sou tão medrosa que eu mesmo desenvolvo minhas proprias táticas para matá-las. Por ex: já matei barata jogando um dicionário sem cima delas kkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Olha, acho que só eu não tenho medo dessa coisa nojenta! tá, confesso que, quando vou matar uma, tenho o receio de que ela vá voar na minha direção, mas, matá-la é uma sensação tão maravilhosa... me sinto poderosa! hahahah

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Hahaha sempre penso nisso quando surge a hipótese de morar sozinha. Neem ferrando daria certo. Aqui em casa minha mãe é a matadora de bichos, sempre que vejo algo estranho já entro em pânico e berro por ela. Se estivesse sozinha acho que eu saía correndo de casa e chorava hahaha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ai céus.. se tem um bicho que eu odeio é barata. É meu maior problema quando penso em ir morar sozinha... haha
    Outro dia mesmo passei maior aperto por causa de uma.. imagina, eu ja estava dentro do banheiro e a barata bem na porta.. fiquei presa lá dentro e quase surtando. Não tinha pra onde correr, não tinha como alguém ajudar, afinal tinha trancado a porta, não tinha um chinelo pra tacar nele, porque fui descalça pro banheiro...hahaha
    Finalmente peguei o tapete e joguei em cima dela e arrastei junto com a porta e gritei meu pai que já tava dormindo... que sufoco! hushauhsuahsua
    Também não sei pra quê que essa peste existe... ô tristeza.. rs
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Tenho tanto medo de baratas que nem matar eu consigo. Eu até choro se uma aparecer na minha frente... Quando alguém fala: Mas porquê você tem medo se ela não mordem? E eu respondo: como assim não mordem??? Você não viu o tamanho dos dentes dela? São maiores do que eu! rs rs rs

    ResponderExcluir