segunda-feira, 8 de junho de 2015

Vango – Entre o Céu e a Terra: Thriller histórico entreguerras


O período chamado Entreguerras, de 1918 a 1939, foram anos de suposta paz, mas o mundo vivia um momento negro. O nazismo e fascismo se desenvolviam, com Hitler e Mussolini semeando suas ideologias, assim como Stalin na União Soviética. Os países sabiam que era uma questão de tempo (Pouco tempo) até que outro conflito explodisse. E é nesse tempo da História mundial que se situa o livro Vango – Entre o Céu e a Terra, de Timothée de Fombelle.


Há uns dias a Editora Melhoramentos entrou em contato comigo para me enviar o seu lançamento Vango (Por falar nisso, muito obrigada!). Fiquei super empolgada porque o enredo histórico prometia misturar realidade e ficção, junto com bastante mistério e uma pontinha de romance. Não fiquei decepcionada: Me entregaram o que prometeram e ainda mais!

O momento que a história passa é real, assim como vários personagens. Encontramos nas páginas Hitler, Stalin, Hugo Eckener, comandante do Graf Zeppelin, diretores da Gestapo, e outras pessoas que de algum modo modificaram a sociedade. E entre eles há também os personagens fictícios, como Vango, do título. O rapaz é um mistério, um órfão sem passado.

Justo na hora que Vango seria ordenado padre a polícia aparece na cerimônia na Catedral de Notre Dame para prendê-lo, assim como um atirador começa a mirar no seminarista e disparar. Mesmo sem saber do que estava sendo acusado ou o que fez para merecer levar tiros, Vango foge escalando os vitrais da igreja. Ele, que já tinha sido diagnosticado com paranoia na adolescência, não queria ficar para descobrir quem estava perseguindo-o. Desde muito jovem ele teve a sensação de que outros os seguiam.

Timothée de Fombelle
Não virar padre o deixou muito triste, mas a jovem escocesa Ethel quase deu pulos de alegria. Ela havia conhecido Vango há alguns anos e encontrou nele razões para voltar a viver e sentia que era recíproco. Mas a fuga alucinada do rapaz fez com que Ethel também o perseguisse, mas por outros motivos. E nessa busca de três lados, com Vango correndo por vários países, vamos descobrindo, junto com o próprio protagonista, a sua história há anos esquecida.

Vango é um deleite para quem gosta de História. Timothée de Fombelle basicamente nos dá aula sem ser maçante ou chato. Em meio a um thriller emocionante, o leitor é situado no período conturbado do mundo e em locais famosos, como Paris, ilhas na Sicília, as Highlands escocesas, São Petersburgo e mesmo o Brasil, que é citado várias vezes quando o assunto é o Graf Zepelim, o dirigível mais famoso do mundo no início do século XX.

O enredo do livro é muito interessante. O autor dá as informações devagar, nunca entrega da bandeja, e assim como Vango fica curioso sobre o seu passado, o leitor morre de ansiedade para saber que confusão toda é essa. Apesar de encontrarmos algumas respostas no final da obra, muito fica em aberto para ser resolvido na sequência, Vango – Um Príncipe Sem Reino.

A escrita de Timothée de Fombelle é ágil, dinâmica e em terceira pessoa. O livro é dividido em três partes e temos a visão de vários personagens ao mesmo tempo, não apenas do protagonista. Além disso há flashbacks do passado. Tudo vai encaixando num quebra-cabeças aparentemente sem sentido e que entrelaça todos os núcleos de personagens.

A identidade visual do livro ficou muito bacana. A capa é linda e simples e por dentro há algumas ilustrações que ajudam entender melhor alguns aspectos do livro, como a planta do dirigível. No final de Vango há algumas explicações históricas sobre a guerra e sobre os personagens reais. Achei interessante que a escrita foi impressa em letras vermelho escuras, ao invés de preto ou cinza, como é o comum. No começo achei que poderia cansar a visão, mas isso não aconteceu, pelo contrário. Foi bem leve.



Vango – Entre o Céu e a Terra é classificado como infanto-juvenil, mas não torça o nariz se você não gosta do gênero! Eu, sinceramente, achei ele um thriller histórico e policial recomendado para todas as idades.

Recomendo muito.

Gostou da história e da resenha? Visite aqui a página do blog no Facebook para participar do sorteio de um exemplar de Vango! A Editora Melhoramentos enviou dois, um para mim e um para vocês.

Teca Machado


5 comentários:

  1. Eu normalmente não fico tão animada com alguns livros históricos, mas quando se trata de nazismo e tals, eu gosto, porque fico incrédula com o assunto e isso me interessa. Adorei esse livro e quero muito colocá-lo na minha lista JÁ.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  2. Oi Teca,
    Tudo?
    Então não conhecia esse livro nem o autor. Confesso que esses livros com muitos fatos históricos se tornam maçantes para mim com o passar das páginas, mas parece que esse foge a regra. Ele tem um mistério diferente, e gostei de saber que temos até um pouquinho do nosso país nele. Interessante também a fonte que a editora utilizou, deve ter sido uma experiencia diferente ler um livro assim mesmo...rsrs. Enfim queria te convidar também hoje a dar uma passadinha lá no blog quando puder publiquei um conto de minha autoria e gostaria de sua opinião e se quiser ajudar a divulgar também te agradeço muito.
    Beijos
    Raquel Machado
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/2015/06/conto-um-fio-de-esperanca-por-raquel.html

    ResponderExcluir
  3. Nossa!
    Fiquei morrendo de vontade de ler aqui.
    Eu gosto bastante de história e imaginar um romance policial acontecendo no meio disso tudo deve ser muito bacana!
    Vou correr lá pra participar do sorteio!
    Quantos livros são no total (da série)?
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Teca! Td bem ctg?
    Gostei muito do livro... já tô participando do sorteio! :) Espero ganhar rss

    Bjs

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Teca!

    Estou louca para ler "Vango". Adoro quando o autor une ficção com fatos históricos e me parece que ele fez isso com maestria e bom humor.
    Que ansiedade, huh! Com um final em aberto, fico me remoendo para saber o que irá acontecer no próximo livro, espero que seja lançado logo, rs. Aliás, são apenas dois livros?
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir