terça-feira, 2 de junho de 2015

Reunião – Livro 3 de A Mediadora


E se você se apaixonasse por um cara que morreu há dois séculos e que ainda por cima “assombra” o seu quarto? Pois é, esse é um dos dramas da vida de Suzannah, protagonista da série A Mediadora, de Meg Cabot. Em Reunião, terceiro volume (Comentei o primeiro aqui e o segundo aqui), a garota tem mais pepinos para resolver, no caso quatro fantasmas de uma vez só. Não se preocupe com spoilers de livros passados, pois cada um tem histórias independentes.


Suzannah é uma mediadora, aquela pessoa que ajuda os fantasmas que ficaram para trás a resolverem seus assuntos inacabados na Terra. Mas os métodos dela não são muito convencionais. Diversas vezes ela precisa dar chutes na bunda de fantasmas para que eles parem de encher o saco e vão para o outro lado de uma vez por todas, para horror do padre Dom, o diretor da sua escola, também mediador e uma espécie de mentor. Só que dessa vez, em Reunião, uns bons socos e chutes não serão o suficiente.

A mediadora achou que seu romance sobrenatural com Jesse, o fantasma do seu quarto por quem é apaixonada, ia engatar, mas sua melhor amiga Gina veio de Nova York para visita-la e empatou tudo (Não que ela ache ruim a Gina ter vindo, estava com saudades). Não bastasse isso, depois de um dia de sol na praia, Suzannah vê quatro jovens vestidos com roupas de gala numa loja de conveniência na orla em plena manhã. Quando olha melhor, percebe que são fantasmas, mais precisamente os “Anjos da RLS”, os populares da escola rival à dela.

Meg Cabot
Mas de anjos eles não têm nada, principalmente depois que morreram num acidente de carro e acreditam que Michael Meducci, um nerd da sala dela, provocou o acidente de propósito. Mas Michael tem cara de tudo, menos de assassino premeditado. Então, enquanto os fantasmas tentam a todo custo matar o rapaz, Suzannah precisa protege-lo, e para fazer isso até finge ser sua namorada. Meio argh, já que ele é muito muito nerd e sem sal (Apesar de ter um tanquinho espetacular por baixo do suéter).

Reunião, mais uma vez, é um livro engraçado (Afinal, é de Meg Cabot que estamos falando!), divertido e com mistérios, do tipo que você lê em um dia ou dois, porque além de envolvente, ele é curtinho e facílimo de ler. A autora sabe falar de forma leve sobre assuntos pesados, como fantasmas, mortes e assassinatos. A cada volume que passa me apaixono mais pela Suzannah e mais ainda pelo Jesse. Ah, Jesse, por que você tinha que morrer em 1700 e alguma coisa? Te queria vivinho, meu bem!

Suzannah é uma ótima protagonista. Esquentadinha, cheia de autoconfiança e nenhum pouco de mimimi. Faz o que precisa ser feito sem nem ao menos se preocupar com as consequências, o que acaba sendo altamente destrutivo para si mesma, mas ela dá um jeito. Seus irmãos e sua família, mais uma vez são fofíssimos, principalmente Mestre, seu meio-irmão caçula. O padre Dom é outra fofura a quem amar, assim como o pai morto de Suzannah, que de vez em quando surge para ela, e a sua amiga Gina, que pela primeira vez aparece nos livros sem ser nas lembranças dos dias de Nova York de Suzannah.

Ainda estou na metade da série, mas já estou com gostinho de “Ai, não, está acabando!”. Por sorte, esse ano Meg Cabot lança mais um livro da Mediadora, o sétimo, como um bônus para os seus leitores. Meg, te amo!

Recomendo muito.

Compre a série para você aqui na Livraria Janina.

Teca Machado

5 comentários:

  1. Sorte sua que tem o bônus! É uma tristeza quando uma serie não tem mais continuação :c
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. meu deus, adorei isso de se apaixonar por um fantasma que te assombra! é a minha cara HAHAHA ALOCA

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Parece uma série bem legal! ^^
    Quem sabe depois que lançarem tudo eu não leia :)
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. essa seria me surpreendeu. serio! Desde o primeiro livro lançado minha irma insistia pra que eu lê-se. Enrolei, enrolei, enrolei e enrolei. Sempre com aquele PRÉ-conceito de: "pelo amor de Deus, eu detesto livros de terror, fantasmas e etc... (exceção para MENINA DE 20 - SOPHIE minha love!)

    Até que depois de uma longe depressão pós livros da Jojo Moyes (me arrebentou, sério. Cada livro uma paixão.) decidi pegar emprestado somente 1 livro, obvio o primeiro. li em dois dias e me apaixonei de cara! Liguei desesperada para a sister dizendo o quanto eu "necessitava" dos outros. A noite quando o Amor chegou (maridooo!) me levou até a casa da mamis e eu peguei todos os livros. Devorei, devorei e devorei! Leitura fácil, rápida e você nem percebe o tempo passar. te prende de uma maneira tão maravilhosa que quando você percebe já se passaram todos os livros e você havia começado apenas em 3 dias!
    Devolvi os livros com um aperto no coração e prometi a cada um deles um dia compra-los. na verdade, fiz um juramento pessoal rsrsrs. Depois da serie da Becky Blom (claro!), essa é a minha preferida!

    Agora estou viciada na Meg!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas confesso que prefiro as capas em desenhos e/ou como as edições vira-vira. Essas dai me lembram 50 tons de cinza. o que não tem nada a ver com a seria! ;)

      Excluir