quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Um novo (e louco) Sherlock Holmes


Nos livros de Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes foi mostrando suas facetas e suas características marcantes aos poucos. As primeiras séries e filmes do famoso detetive particular o mostravam sério e sisudo, mas nas versões contemporâneas ele é praticamente um louco que é um gênio. A atuação de Robert Downey Jr. na versão cinematográfica que o diga. O protagonista na nova versão do seriado, produzido pela rede britânica BBC, não foge a regra.


A série chamada apenas de Sherlock, naturalmente mostra os casos de Sherlock Holmes e do seu ajudante, o certinho Dr. John Watson. A diferença de outras obras do personagem é que essa passa nos dias atuais e eles têm acesso a todo tipo de tecnologia e conhecimento do século XXI. Acho legal que quando recebem mensagem de texto, mandam e-mail ou pensam, gráficos, escritas e imagens aparecem no canto da tela para que o espectador também veja.

Personagens da série

Com o início em 2010, a primeira temporada foi um sucesso de crítica e público na Inglaterra. Mas apenas no final de 2011 e em 2012 que o resto do mundo, principalmente o Brasil, passou a conhecer e apreciar o seriado. A segunda temporada estreou em janeiro de 2012 e uma terceira está programada para o segundo semestre de 2013.

Cada episódio é baseado em um livro, por isso duram em média uma hora e meia, quase um filme. Por serem tão longos e tão bem feitos, as temporadas são curtíssimas: três capítulos cada.

Sherlock Holmes e o Dr. John Watson


O protagonista é interpretado por Benedict Cumberbatch. Excelente ator, mas muito (Ênfase no muito) estranho. Ele realmente tem um olhar de louco. Seus olhos azuis são extremamente claros, a pele branca é quase cadavérica contrastando com o cabelo muito preto e é alto e magro. Não é bem o que se imagina de Sherlock Holmes, principalmente depois de ver o Robert Downey Jr., mas o papel contemporâneo combinou com Benedict. É interessante como ele mesmo se descreve no primeiro episódio. Quando alguém o chama de psicopata, Sherlock o repreende dizendo que é apenas um sociopata extremamente funcional e genial.


O Dr. John Watson é Martin Freeman, que cada dia mais tem ganhado destaque no cenário mundial. Além desse personagem, ele é o protagonista da série O Hobbit (Comentei aqui). Com um ar de inglês meio atrapalhado, o ator é muito carismático e faz com que simpatizemos por ele. Assim como Benedict Cumberbatch, é um senhor ator.

Apenas Sherlock Holmes e o Dr. Watson estão realmente em todos os episódios, mas há outros que aparecem pontualmente, como o inspetor Greg Lestrade (Rupert Graves), o irmão/arqui-inimigo Mycroft Holmes (Mark Gatiss) e o temível Jim Moriarty (O ótimo Andrew Scott).

Jim Moriarty

Em 2011, Sherlock ganhou o BAFTA, prêmio europeu extremamente importante, de Melhor Série de Drama. No mesmo ano, Martin Freeman também recebeu a premiação como Melhor Ator Coadjuvante.

Recomendo para aqueles que gostam de séries policiais e mistérios bem bolados.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário