quarta-feira, 24 de abril de 2013

“Sou vilão e isso é bom” – Detona Ralph


Detona Ralph, desenho da Disney, tem como a primeira cena um grupo de ajuda anônimo onde os participantes são vilões de videogames conhecidos pelo público com 20 anos ou mais (Rei de Copas, do Mário, aquele cara parecendo um besouro, do Sonic e outros). É lá que Ralph, um demolidor do jogo de 8 bits Conserta-Tudo-Felix-Jr, conta as amarguras de ser não ser querido por ninguém, já que o mocinho e protagonista foi o Felix Jr ao longo dos seus 30 anos trabalhando no jogo. Ele não se importa de ser o vilão, afinal, é apenas um trabalho, mas o problema é que seus colegas o discriminam também na vida real (Real entre aspas, né?), quando o expediente acaba depois do último Game Over do dia. Tudo o que ele é quer é ser amado e não precisar morar no lixão.



Quando o mocinho, no caso o Felix Jr, vence o jogo, ele ganha uma medalha. Para mostrar que no fundo tem um coração bom, Ralph decide que quer uma medalha de qualquer jeito, mesmo que tenha que ir para outro jogo. O problema é que ele escolhe um de super realidade de atiradores em primeira pessoa que mostra um mundo invadido por alienígenas-insetos terríveis, que são letais para outros jogos como vírus de computador. Após bagunçar tudo por lá, Ralph e um dos aliens vão parar no adorável Sugar Rush, um jogo de corrida onde tudo é doce, rosa, colorido e cheio de açúcar. Como Ralph está longe de ser delicado, ele praticamente coloca o jogo abaixo sem querer.

Reunião dos vilões anônimos

Logo que chega ao Sugar Rush, um bug da programação no formato de menininha chamada Vanellope Von Schweetz rouba a medalha de Ralph. Enquanto brigam e se odeiam, vão criando uma relação de amizade super fofa do grandalhão e da cuti cuti. Ela quer participar da corrida, mas por ser bug, ninguém deixa. Então o grande vilão e demolidor a ajuda.

Layout do jogo do Ralph

Apesar de usar videogames em filmes não ser totalmente original, Detona Ralph conseguiu inovar em muitos aspectos. É interessante ver como após o fliperama fechar os personagens dos jogos ganham vida, tipo Toy Story. Eles pulam de um jogo para o outro utilizando uma estação de trens que passa pelos fios dos equipamentos. Sacada genial.

A estação central dos jogos

A parte visual de Detona Ralph foi muito bem bolada. Todos os jogos e ambientes têm a sua característica marcante. No Conserta-Tudo-Felix-Jr e outros jogos mais antigos, os personagens são feitos com traços simples e movimentos “quebrados”, já os mais novos são muito mais complexos. Em determinado momento, Felix Jr conhece Calhoun, guerreira do jogo dos alienígenas-insetos, e comenta “Nossa, olha que alta definição o seu rosto”.

Personagens principais

O mundo do Sugar Rush é um deleite a parte. Você fica com vontade de lamber a tela da televisão (Mas eu juro que não fiz isso). Não posso deixar de comentar a torcida de docinhos nas corridas (Minha sobrinha de quatro anos fica enlouquecida toda vez que ela aparece). As arquibancadas são cheias de caramelo, balinhas, pirulitos e marshmallows que torcem pelo seu corredor preferido. É muito bonitinho!

Visual do Sugar Rush

Como Detona Ralph é da Disney, óbvio que tinha que ter um fundo de moral com o grandalhão tendo um bom coração, um final mega feliz e uma princesa (Mesmo que fora dos moldes padrões). Mas tudo bem, nós já esperamos isso mesmo do estúdio (E gostamos dele talvez por esse motivo). É um desenho engraçadinho, divertido e ótimo para desanuviar a mente em todas as idades.

Ela é só um pouco maior que a cabeça dele, haha

Eu assisti dublado e acho que foi melhor do que no original.  No inglês John C. Reilly foi Ralph, Sarah Silverman foi Vanellope, Jack McBrayer foi Felix e Jane Lynch foi Calhoun. Tirando a última, não gosto dos outros. Em português Ralph foi Tiago Abravanel, Vanellope foi Marimoon e Felix Jr o ex-CQC Rafael Cortez. 

Recomendo.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário