quarta-feira, 17 de abril de 2013

Por um mundo com menos idiotas no trânsito


Ontem, quando estava indo para o trabalho às 13 horas, trânsito bem ruinzinho, parei em um sinal vermelho. Não vinha ninguém na outra pista, mas continuei lá, enfim, sinal vermelho é sinal vermelho. Eu só furo semáforo depois de meia noite e olhe lá. Eu era a primeira depois da faixa e percebi pelo meu retrovisor que o cara do carro atrás do meu estava fazendo cara feia e fazendo gestos. Não achei que fosse para mim. De repente ele começou a buzinar e a colocar a mão para a fora da janela com o dedo do meio esticado. Peraí, era para mim? De repente ele me cortou pelo lado direito e como nós dois estávamos com o vidro abaixado, ele olhou na minha direção e me chamou de um nome nada bonito e disse “Você não está vendo que não vem carro do lado de lá, sua imbecil?”. E saiu correndo atravessando o sinal vermelho, não sem antes praticamente encostar no meu carro. 


Oi? Quer dizer que eu sou uma imbecil e outras coisas piores por que estava respeitando o sinal vermelho no horário de pico? Não é a toa que o trânsito dessa cidade (E de muitas e muitas outras) está esse caos. Já não bastassem as obras para a Copa do Mundo que estão deixando tudo mais lento, mais longe e mais estressante, os motoristas ainda são uns babacas.

Eu posso até ser meio barbeira (Contei a saga parar tirar a minha carteira bem aqui), mas não sou babaca no trânsito. Sou super certinha. Não passo no sinal vermelho, não ando na contramão, não furo fila ou passo no acostamento, dou passagem para os outros, paro na faixa de pedestres e, principalmente, não jogo lixo pela janela (Às vezes falo pelo celular, atropelo buracos que surgem magicamente na minha frente e voo por quebra-molas, mas enfim). Tentando ser uma boa cidadã, tento ser uma boa motorista.


Mas um cara como esse que me cortou ontem merece muitas e muitas multas. Talvez, quem sabe, ter o carro confiscado pela polícia e ser proibido de dirigir. Eu não falo que ele merece um acidente porque é errado desejar o mal e me parece muito drástico, mas ele bem que merecia um sustinho.

Cada dia mais (Porque eu tenho visto como tem sido crescente a falta de educação no trânsito) entendo porque algumas vezes as pessoas sacam a arma e atiram nas outras no meio da rua. Olha, tem uns tão imbecis que parecem até que pedem isso, viu? É preciso muita paciência e controle próprio para não sair por aí esmurrando os outros.


Acho que vou lá no Detran colocar na caixinha de comentários a seguinte sugestão: Além da prova teórica e da prática, eles deviam aplicar um teste de babaquice no processo de tirar habilitação. Se você for muito babaca no trânsito, é automaticamente reprovado e impedido de tirar carteira pelos próximos cinco anos. Não seria lindo para ter um trânsito mais tranquilo?

Todo mundo tem problema, todo mundo tem pressa, todo mundo quer chegar rápido em casa ou no trabalho, mas, por favor, vamos colaborar com um trânsito mais em paz, sem acidentes, sem lixo, sem xingamentos e sem stress. É como diz aquele antigo ditado: É melhor chegar atrasado do que nunca chegar.


Recomendo mais educação nas ruas.

Teca Machado

2 comentários:

  1. Isso aí Teca Machado. Educação e respeito. Quem sabe se perguntar - como é que eu me sentiria se estivesse do outro lado do semáforo, a coisa melhora!

    ResponderExcluir
  2. Boooa Teca!
    Melhor ser paciente no trânsito à paciente no hospital! (esta certa a crase?)
    Depois de ler que vc atropela alguns quebra-molas e buracos, fiquei curioso pra saber como tirou a CNH. Hahaha.
    Bjs.
    Inteh Dudu

    ResponderExcluir