segunda-feira, 29 de abril de 2013

Filme fiel ao livro – Um Porto Seguro


Sabe quando você gosta muito mesmo de um livro e é doido para ver ele transformado em filme? Aí alguém faz isso. Ao mesmo tempo em que você se sente extremamente empolgado porque os seus personagens amados vão ganhar vida, também sente uma certa apreensão porque não são poucas as histórias trazidas para o cinema que assassinaram o original, chegando até mesmo a mudar o final, o nome dos protagonistas e algumas das melhores cenas. Felizmente, esse não foi o caso de Um Porto Seguro (Que eu comentei o livro aqui).


Em Um Porto Seguro eu não queria mesmo que mudassem muito da história. Esse é um dos meus livros preferidos do autor, o homem que mais estraga a vida das mulheres Nicholas Sparks, e também DA VIDA (Exagerada! Mas é verdade). Saí quase saltitando do cinema ao perceber que foi bem fiel ao livro, que é tão bom. Acho que o fato de o próprio Nicholas Sparks ser o produtor contribuiu muito para isso.

Aaah, o amor...

Quando falei sobre o livro aqui, expliquei o enredo. Se você não viu, não lembra ou está com preguiça de ler aquele post inteiro, segue um resuminho: Katie (A loirinha bonitinha de voz anasalada de Rock of Ages Julianne Hough) está fugindo do seu passado. Não se sabe ao certo o que ela fez, mas a polícia está atrás da garota. A cena inicial do filme é ela correndo e entrando num ônibus sem um destino certo. Ela acaba na pequena cidade de Southporth. Idílica, linda, minúscula, com muito verde, pântano e mar, é o local ideal para recomeçar a vida. E é o que ela faz. Logo conhece a sua vizinha bisbilhoteira Jo (Cobie Smulders, de How I Met Your Mother) e o dono do supermercado local Alex (O insanamente lindamente gostoso bonito Josh Duhamel), um viúvo com dois filhos pequenos que faz tudo pelas crianças. Ele e Katie começam um relacionamento intenso, mas sempre há a sombra do passado da garota.

Alex, seus filhos e Katie

Um Porto Seguro é a oitava adaptação para o cinema de Nicholas Sparks, então é de se esperar que tenha uma paixão arrebatadora que surge de um olhar entre duas pessoas lindas e predestinadas a ficarem juntas (Exemplos: O Diário de Uma Paixão, Querido John, Um Amor Para Recordar, Um Homem de Sorte). E, ah, como eu adoro isso! É de fazer suspirar. Confesso que é muito mais um filme para mulheres do que para homens, mas homens deviam se aproveitar de histórias desse autor para pegarem algumas dicas. Nicholas Sparks nos entende tanto que eu tenho quase certeza que ele era mulher e fez operação de mudança de sexo.

Katie e sua vizinha Jo

A fotografia de Um Porto Seguro é lindíssima. Acharam o cenário ideal para um filme tão doce (Com uma pitadinha de suspense). Olhando a praia, as árvores do local, o caminho que Katie e Jo pegam para ir para casa, o pântano onde Katie e Alex fazem canoagem, tudo isso dá uma vontade imensa de largar tudo e ir morar num lugar desses (Eu quase fiz isso, sério).

Um Porto Seguro tem uma trilha sonora bem bonita, assim como Um Homem de Sorte (Falei sobre as músicas aqui).

Cena mega linda!

Lendo sobre o filme na internet, vi muitos críticos (90% homens) falando que é mais da mesma fórmula, que os personagens são reféns de um destino pré-determinado, que mostra o ideal americano (Ainda mais que o clímax passa na festa de 4 de julho). Sabe o que eu acho? É tudo um bando de mal amado que não sabe aproveitar uma história de amor bem escrita, bem amarrada e sensível. Dê uma chance a esse gênero de filme que eu tenho certeza que você não vai ser arrepender.

Katie fugindo no início

Do diretor Lasse Hallström, o mesmo de Amor Impossível (Que eu comentei aqui) e Querido John, Um Porto Seguro tem um final surpreendente, assim como o livro. Por saber que Nicholas Sparks adora um fim meio trágico, a gente nunca sabe como ele vai terminar, mas sempre torcendo pelo “E viveram felizes para sempre”. Nesse caso, você só vai saber se assistir.

Típico de Nicholas Sparks

Recomendo muito mesmo. Entrou na minha lista de filmes preferidos.

Teca Machado

2 comentários:

  1. Boa tarde!

    Nossa... Não sei como você pode ter essa opinião.
    Li o livro e vi o filme, os dois são MUITO diferentes, não achei o filme fiel ao livro. Primeiro, a Kate do livro tem comportamentos e atitudes bem diferentes da Kate do filme. Além do mais, o final do filme é bem diferente do final do livro. Na minha opinião é decepcionante comparado ao final emocionante e genial do livro. Acho que você tem que reler o livro para melhores posicionamentos. Grata.

    ResponderExcluir
  2. Você realmente leu o livro??? Esse é só mais um livro do Nicholas Sparks que estragam com um filme totalmente diferente. Por isso não assisto aos filmes que fazem dos livros dele, só me dão raiva. Prefiro a magia dos livros.

    ResponderExcluir